TUDO SOBRE VERA PROKIC

Biografia

8_edited.jpg

Desde a idade de cinco anos, a altura em que iniciou os estudos musicais no Convento Beneditino da cidade natal de Zadar, ex - Jugoslávia hoje ê Croácia, todo o percurso da formação musical de Vera Prokic foi marcado pela excelência, empenho e consequente acompanhamento pedagógico pelos mais conceituados pianistas e professores croatas, incluindo a ícone pedagógica, o célebre

Eugen Timakin.

 

Com o prémio da melhor aluna do Curso Secundário de Música deu-se o início precoce da sua carreira profissional: foi convidada ao Festival da Criança de Šibenik, Croácia, onde executou o Concerto para Piano de Edward Grieg com a Orquestra Sinfónica de Zagreb. Seguiram-se vários concertos a solo na ex-Jugoslávia e gravações para a Radiotelevisão de Zagreb.

 

Após a conclusão do Curso de Piano de cinco anos, Variante Artística, pela Escola Superior de Música de Zagreb,  da ex-Jugoslávia, e ingressa  a Vienna de Austria, onde faz uma pós-graduação  e estuda música de câmara.

 

Esta ampla e polivalente formação orienta as suas atividades para as mais prestigiadas instituições artísticas e pedagógicas da capital croata.

 

Ao longo de quinze anos foi professora efetiva no Conservatório Nacional e professora acompanhadora na Escola Superior de Música. Ao mesmo tempo, e durante um período de dez anos, fez parte da Orquestra Filarmónica de Zagreb como cravista, organista e pianista. Durante várias temporadas desempenhou igualmente o cargo de maestra co repetidora na Ópera Nacional.

 

Também fez várias atuações no internacionalmente conhecido Festival de Verão de Dubrovnik, e teve uma longa colaboração como camarista no Festival Mundial de Música Contemporânea de Zagreb, onde desenvolveu trabalhos com os maiores compositores de música contemporânea, tais como Berio, Cage, Penderecki, Kagel, Detoni e muitos outros. Os seus mais importantes recitais distribuíram-se por ex-Jugoslávia, ex-União Soviética, Grécia, Itália, Áustria, Hungria, França e Alemanha.

Também fez programas de televisão e de rádio, e várias  gravações. 

Desde que fixou a sua residência em Portugal nos finais de 1991, Vera Prokic exerce funções de docente no Conservatório Nacional de Lisboa e em simultâneo colabora em projetos de criação e produção artística,

e de ensino musical com várias instituições portuguesas de prestígio.

 

Nesse sentido, tem vindo a desenvolver trabalhos com Fundação dos Amigos das Crianças, Escola de Música Linda-a-Velha, Escola Superior de Música de Lisboa, Orquestra Metropolitana de Lisboa, Orquestra e Coro da Fundação Calouste Gulbenkian, Teatro Nacional de São Carlos, Teatro Ibérico, Teatro de Almada, Centro Nacional da Cultura e muitos outras, destaca-se 

Universidade de Évora e colabora muitas vezes  com a Orquestra do Norte. 

 

Foi igualmente pianista colaboradora e elemento da organização dos master classes com Lela Cuberli, Rudolf Knoll, Marimi del Ponso e Helena Dimitrescu.

 

Também é pianista da Associação Ginásio Ópera para a qual realizou recentemente a ópera “Rigoletto” de G. Verdi, levada à cena no continente e na Madeira. É ainda colaboradora regular da Associação Amar as Artes e Operafactory com a qual

também executou a ópera “Rigoletto” e uma série de concertos sob o título Viva Verdi. 

 

Abriu o seu Estúdio de Piano,  dedicado a José Viana da Motta 2008 em Capela Monte Real. 

 

Como solista tocou em todo Portugal, Espanha, Turquia, e fez imensos concertos  com cantores líricos e outros músicos.

 

Projeto Música  na Farmácia na Praça Conde de Barrão foi lançado 2006 e 2012 abriu o seu novo espaço com Piano Aquário. 

 

Ficou gravemente doente entre 2014 e 2019. Neste época nasceu  o projeto de vida, música clássica com piano e percussão, deu-lhe o nome , Le Tic Toc Choc.  19 de Setembro 2020, no Festival Todos foi "come back ao Palco" para Vera Prokic, e a primeira apresentação de grupo.

 Colaborava regularmente com o programa “Música e Palavra“, emitido pelo 3º Programa Radiofónico de Zagreb,

para o qual escreve textos teóricos e críticos.